quinta-feira, 5 de maio de 2016

Consulte o bem


O maledicente desejará que você observe, tanto quanto ele, o lado desagradável da vida alheia.
 
A criatura vacilante e frágil esperará que suas forças sejam quebradiças.
 
O discutidor aguardará seu comparecimento às disputas, a propósito de tudo e de todos.
 
O ingrato não se alegrará em vê-lo reconhecido aos outros.
 
O personalista não se regozijará, identificando-lhe o respeito aos adversários.
 
O revoltado tentará afivelar a máscara da rebeldia ao seu rosto.
 
O incompreensível procurará mergulhar sua mente no fundo das perturbações.
 
O neurastênico pedir-lhe-á não sorrir.
 
O insensato reclamará sua adesão à loucura.
 
O homem imperfeitamente espiritualizado sempre busca igualar os semelhantes a si mesmo. Lembre-se, contudo, de que você é você, com tarefa original e responsabilidades diferentes e, se pretende a felicidade real, não deve esquecer a consulta aos padrões do bem, com o Cristo, em todas as horas de sua vida.

(André Luiz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Adorei!
Com estima e apreço,
Myrna.