segunda-feira, 30 de março de 2015

"A essência, o ser em si mesmo, constitui a individualidade, que avança mediante o processo reencarnatório, adquirindo experiências e desenvolvendo as aptidões que lhes jazem inatas, heranças que são da sua origem divina. A expressão temporária, adquirida em cada existência corporal, com as suas imposições e necessidades, torna-se a personalidade de que se reveste o Espírito, a fim de atingir a destinação que o aguarda. A primeira tem o sabor da eternidade, enquanto a outra é transitória. No âmago do ser encontra-se a vida pulsante, imorredoura, embora, na superfície, a aparência, o revestimento, quase sempre difere da estrutura que envolve. A individualidade resulta da soma das conquistas, através do êxito como do insucesso, logrados ao largo das lutas que lhe são impostas. A personalidade varia conforme a ocasião e as circunstâncias, os interesses e as ambições. Esta passa, enquanto aquela permanece. Máscara, forma de aparecer, a personalidade se adquire sem transformação substancial, profunda, ocultando, na maioria das vezes, o que se é, o que se pensa, o que se aspira. Legítima, a individualidade se aprimora, qual diamante que fulge ao atrito abençoado do cinzel. A personalidade extravasa, formaliza, apresenta. A individualidade aprimora, realiza, afirma. À medida que o ser evolui, mergulha no mundo íntimo, introspectivamente, desenvolvendo os valores que dormem em embrião e se agigantam. O exterior desgasta-se e desaparece. O interior esplende e agiganta-se. A semente que morre semente, não viveu, não realizou a missão que lhe estava reservada: multiplicar e produzir vida. A gema, sem lapidação, jamais fulgura. Faze a tua indagação à vida, em torno da tua destinação. Quem és hoje e o que pretendes alcançar? Cansado da aparência, realiza-te intimamente e desata as aptidões superiores que aguardam oportunidade e cresce para as finalidades elevadas da Vida. Tenta ser, por fora, conforme evoluis por dentro, sendo a pessoa gentil, mas nobre, fulgurante e abnegada, afável, todavia leal. Tua aparência, seja também tua realidade, esforçando-te, cada vez mais, para conseguir a harmonia entre a individualidade e a personalidade, refletindo os ideais de beleza e amor que te vitalizam." (Joanna de Ângelis)


 
Gif Piu-piu
Receita de sucesso


O que é que cria uma carreira de sucesso? Falamos do sucesso real, verdadeiro. Não daquele efêmero, que dura uns anos, uma geração e depois, tão depressa quanto surgiu, desaparece.

Falamos do sucesso que alcança algumas pessoas e que se reflete em outras vidas, beneficiando-as, alterando o rumo para melhor.

No Brasil, uma das grandes carreiras de sucesso é a do Doutor Ivo Pitanguy.

Com ele, a cirurgia plástica no Brasil e no Exterior ganhou dignidade. O que o levou a se especializar nesta área, foi exatamente o impacto que teve com as deformidades que viu no atendimento hospitalar, ao iniciar seus estudos médicos.

Principalmente os pacientes do Pronto-Socorro foram a grande escola e laboratório para o famoso cirurgião. Numa época em que a função do médico era salvar vidas, sem atentar-se para o aspecto físico do paciente, ele passou a se questionar no quanto uma cicatriz podia perpetuar um momento desagradável para uma pessoa.

Sempre disposto a aprender mais, porque o que sabia achava que não era suficiente, ele foi se especializar nos Estados Unidos, na Inglaterra e na França.

E conta seu segredo de sucesso: muita determinação, disciplina, muito sacrifício, mas, sobretudo, entusiasmo.

A disciplina, diz, começou a adquirir com o esporte. Praticava natação, vôlei, tênis e outros esportes. O esporte lhe deu modéstia, humildade, porque lhe ensinou a perder.

Mas sempre teve muita noção do tempo que poderia dedicar ao esporte e o que deveria aplicar nos estudos. Quando era garoto, deixava de ir a uma festinha à noite para poder nadar.

Poder se afastar um pouco do que você faz é o que dá para a pessoa, enfatiza ele, forças para fazer seu trabalho com amor.

Dividindo-se entre o esporte e a leitura, nos momentos de descanso, conclui:
Tenho a impressão de que eu soube viver com intensidade e com enorme sacrifício pessoal e da minha família, vinte e quatro horas por dia, um sonho que eu continuo a viver.

 
*    *    *

Eis uma receita de sucesso. Eis uma experiência de vida de alguém que avança no tempo enquanto cresce e aprimora a própria técnica de viver.

E, para completar, demonstrando que a sabedoria reside em passar adiante o que se sabe, o que constitui conquista do próprio esforço, ele criou uma escola, para que haja continuidade do seu trabalho.

Para os que lhe perguntam se não teme a concorrência dos próprios médicos aos quais repassa as suas técnicas, afirma que nunca pensou dessa forma. Os que com ele aprendem são profissionais que se especializam e irão cuidar de outras tantas pessoas que ele não pode atender.

O seu objetivo é ensinar cirurgia, não só reparadora como também estética. Abrir a sua intimidade para difundir aquilo em que ele acredita. Sem medo de concorrentes. Pois o que de fato faz uma clientela e um nome é o que se faz de bom.

 
*    *    *

Transforma a tua vida num oásis de bênçãos. Espalha boa semente por onde passes. Ensina o que saibas. Auxilia a quem possas.

O melhor da vida é dar. É ser semeador.
A riqueza do mundo pesa, vergando o possuidor para baixo. O tesouro do amor ergue a criatura, fá-la voar, livre e feliz, nos córregos do infinito.

Esvazia de qualquer ambição a tua vida, para que, pobre de poder, tenhas rico de amor o coração.




Redação do Momento Espírita, com base no artigo Mãos mágicas, de Seleções Reader´s Digest, de fevereiro/2002 e com versos finais do Canto XI, do livro Estesia, pelo Espírito Rabindranath Tagore, psicografia de Divaldo Pereira Franco, ed. LEAL.
Em 18.1.2014.

 

Gif Piu-piu

Bom dia!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Adorei!
Com estima e apreço,
Myrna.