terça-feira, 13 de janeiro de 2015

"No teu relacionamento diário com as pessoas, não te esqueças de endereçar-lhes sempre uma boa palavra. A palavra de esperança é uma luz que se acende no caminho dos companheiros que se revelam vacilantes na luta. A palavra de coragem é um apoio para os que necessitam seguir adiante no desempenho das próprias obrigações. A palavra de compreensão não raro, é mais eficaz que o medicamento prescrito pela medicina convencional aos que se queixam de amargura e desalento. A palavra de incentivo aos que se dedicam às boas obras, pode ser comparada a preciosa alavanca que guarda consigo o poder de remover as pedras de tropeço. Não olvides, assim, os prodígios de amor que podes realizar através de uma boa palavra e promova, desde agora, rigorosa triagem nos assuntos ventilados por teu verbo. Falando, construirás a felicidade ou , ainda falando, arrasarás com os ideais de muita gente. Fala como se trouxesses Jesus no entendimento e no coração e a tua palavra, em todas as ocasiões, brilhará em teus lábios à feição de uma estrela engastada no céu de tua boca." (Irmão José)

 

Sugestões úteis
 

Tantas vezes você reclama de pessoas ou situações e não se dá conta de que nem sempre agiu como deveria.

Diz que ninguém entende os seus sonhos, ninguém leva em conta os seus problemas, e que raramente consegue o que deseja.

Todavia, vale a pena observar algumas sugestões úteis:

Para ser ouvido, fale.

Para ser compreendido, exponha claramente as suas ideias, sem jamais abrir mão daquelas que julga fundamentais, apenas para que os outros o aceitem.

Acima de tudo busque o prazer antes do sucesso, a auto-realização antes do dinheiro, fazer bem feito, antes de pensar em obter qualquer recompensa.

Nada tem graça se não for leve para o seu espírito, bom para o seu corpo, e agradável para o seu coração.

Para conseguir, tente, sem esperar que o êxito venha logo na primeira vez.

Cuide de ter saúde, energia, paciência e determinação para continuar tentando tantas vezes quantas forem necessárias. Mas, ao perceber que já fez tudo o que podia ou até mesmo um pouco além, mude a tática para não se tornar, em vez de um vitorioso, apenas mais um teimoso.

Para poder recomeçar sempre, perdoe-se pelos fracassos e erros que cometer, aprenda com eles e, a partir deles programe suas próximas ações. Nunca se deixe iludir que será possível fazer tudo num dia só ou quando tiver todos os recursos: esse dia nunca virá.

Para manter-se motivado, sonhe.

Para realizar, planeje, pensando grande e fazendo pequeno, um pouco a cada dia mas todos os dias um pouco, porque são as pequenas gotas d’água que fazem o grande oceano.

Haverá dias em que lhe ocorrerá a ideia de que não vale a pena insistir. Que as pessoas realmente não o entendem. No entanto, considere o seguinte:

Muitas vezes as pessoas são egocêntricas, ilógicas e insensatas. Perdoe-as mesmo assim.

Se você é gentil, as pessoas podem acusá-lo de egoísta, interesseiro. Seja gentil, mesmo assim.

Se você é um vencedor, terá alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros. Vença mesmo assim.

Se você é honesto e franco as pessoas podem enganá-lo. Seja honesto mesmo assim.

O que você levou anos para construir, alguém pode destruir de uma hora para outra. Construa mesmo assim.

Se você tem paz, é feliz, as pessoas podem sentir inveja. Seja feliz mesmo assim.

Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante. Dê o melhor de você, mesmo assim.

Lembre-se de que no final, a prestação de contas é entre você e Deus e não entre você e as outras pessoas.

Pense nisso!

Quem se afervora à batalha de sublimação, perdoa e esquece ofensas, males, dores e sombras, para pensar somente na felicidade suprema e, como por encanto, guardando a paz consigo, constata que tudo o mais já se encontra no próprio coração.



Equipe de redação do Momento Espírita, baseado em duas mensagens recebidas pela Internet sem menção a autores.


Boa tarde!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Adorei!
Com estima e apreço,
Myrna.