quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

"Dia novo, oportunidade renovada. Cada amanhecer representa divina concessão,que não podes nem deves desconsiderar. Mantém, portanto atitude positiva em relação aos acontecimentos que devem ser enfrentados; otimismo diante das ocorrências que surgirão coragem nos confrontos das lutas naturais; recomeço de tarefa interrompida;ocasião de realizar o programa planejado. Cada amanhecer é convite sereno à conquista de valores que parecem inalcançáveis. À medida que o dia avança, aproveita os minutos, sem pressa nem postergação do dever. Não te aflijas ante o volume de coisas e problemas que tens pela frente. Dirige cada ação à finalidade específica. Após concluir um serviço, inicia outro e, sem mágoa dos acontecimentos desagradáveis, volve à liça com disposição, avançando passo a passo até o momento de conclusão dos deveres planejados. Não tragas do dia precedente o resumo das desditas e dos aborrecimentos. Amanhecendo, começa o teu dia com alegria renovada e sem passado negativo, enriquecido pelas experiências que te constituirão recurso valioso para a vitória que buscas." (Joanna de Ângelis)



Um novo alvorecer


Hei, você!

Por que esse olhar triste?

Por que esse desânimo e essa falta de coragem?

Sim, essa falta de coragem de enfrentar os problemas que se acumulam, sem solução?

Acaso você se julga incapaz?

Talvez especialmente hoje você tenha a sensação de que não há mais saída...

Que suas forças e seu talento para criar soluções tenham se esgotado.

Ou talvez a vida para você tenha perdido completamente o sentido, e o seu barco esteja à deriva..., seguindo conforme o vento.

Se você está se sentindo assim, vamos lhe fazer um convite.

Um convite para que você faça uma pequena viagem para dentro de si e procure, mas procure com muita vontade mesmo, e irá encontrar algo que lhe faça bem.

Ouça o coração de sua mãe, batendo em ritmo calmo enquanto lhe segura nos braços e canta suave canção de ninar... o regaço materno lhe traz segurança.

Sinta o calor e o conforto do seu berço... do seu lar...a paz do silêncio.

Lembre-se do apoio que o alfabeto lhe trouxe... da luz do conhecimento, da alegria do trabalho.

Observe quantas experiências estão arquivadas em sua intimidade...

Entregue-se ao aconchego das afeições repartidas, dos abraços de ternura, do apoio de um sábio conselho...

Pense que no mesmo mundo em que você vive, respiraram os heróis de seu ideal, os santos de sua fé, os apóstolos de sua inspiração e as inteligências que lhe traçaram roteiros...

Considere que o Criador não lhe ofereceu o mundo como exílio ou prisão, mas como nobre escola e abrigo bendito, qual divino jardim a pleno céu, banhado de sol durante o dia e enfeitado de estrelas, durante a noite...

Hei, você!

Não deixe que as lágrimas lhe impeçam de ver a grandeza e a beleza de tudo que existe no mundo que o criador lhe oferece.

Se hoje existe algum problema que lhe traz inquietação e dor, lembre-se que outro dia não tardará a surgir, trazendo um novo alvorecer...

E se sentir que está difícil sem ajuda, não se acanhe, refugie-se em um lugar tranqüilo e busque o apoio da oração.

Eleve o pensamento ao alto e deixe seu coração falar ao criador:

Senhor, no recolhimento de minha alma sofrida, venho lhe pedir um pouco de paz, de força e coragem...

Desejo ver o mundo com olhos de amor, confiança e ternura.

Quero ter esperança... Ser feliz como criança, olhar o mundo com fé.

Quero enxergar nas pessoas a luz que cada uma traz em si, como herança sua.

Desejo acreditar que o mundo tem jeito e que problemas só existem para me ensinar a resolvê-los...

Quero ser alegre, leve e confiante...

Sentir a sua presença em cada filho seu e revelar em mim a sua grandeza divina.

Quero ser hoje melhor do que fui ontem, e amanhã melhor do que hoje...

Senhor, eu desejo um mundo melhor e quero que essa melhoria comece por mim...

Sei que uma onda escura se abateu sobre nosso planeta, e quero me transformar numa estrela para diminuir essa escuridão.

Para isso, senhor, preciso da sua ajuda a fim de vencer a incerteza, a falta de fé, a covardia moral...

Se meus passos vacilarem, senhor, desejo o seu amparo e a sua segurança para que eu possa seguir em frente, com confiança e a certeza da sua presença constante.

Hei, você!

Aproveite as horas que ainda restam deste dia, e prepare-se para um novo alvorecer... que não tardará a chegar.
 

Texto da Equipe de Redação do Momento Espírita.
 
Uma boa noite!

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Adorei!
Com estima e apreço,
Myrna.